Segunda, 11 Setembro 2017 18:46

Diálogos Inspiradores discutirá os desafios da Educação no Brasil

O “Diálogos Inspiradores” desta quinta-feira (14.09) irá discutir os desafios da Educação no Brasil e apresentar iniciativa que poderá ser estendida ao Distrito Federal.
Caberá a Mozart Neves Ramos, diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna, abordar o tema “Desafios da Educação”. Em seguida, Helena Neiva, vice-presidente da Fundação Pitágoras, falará sobre o movimento “Conspiração Mineira pela Educação” e apresentará o projeto “Aliança Brasileira pela Educação”.

O trabalho da “Conspiração Mineira pela Educação” já dura dez anos e beneficia 1.741 escolas e 1 milhão e 300 mil alunos de escolas públicas em Minas Gerais. A “Conspiração Mineira pela Educação” atua por meio dos “Fóruns de Diretores”, que são encontros sistemáticos mensais com diretores das redes públicas municipal e estadual, com o objetivo de fortalecer a liderança, promover a troca de experiências e o intercâmbio das melhores práticas.
Constituem temas estratégicos dos “Fóruns de Diretores: pacificação das escolas, integração família-escola; motivação dos professores, motivação dos alunos, melhoria dos indicadores oficiais de aprendizagem (IDEB).

E é exatamente esse formato, testado e validado por uma década de “Conspiração”, que está sendo replicado na “Aliança Brasileira pela Educação”.
A missão da “Aliança Brasileira pela Educação” é contribuir para a melhoria da qualidade das escolas públicas brasileiras (municipais e estaduais), com foco na educação básica. A estratégia para levar adiante essa missão é fortalecer a liderança das escolas, por meio da realização de encontros sistemáticos para a troca de experiências e o intercâmbio das melhores práticas de gestão.
O projeto “Aliança Brasileira pela Educação” encontra-se em plena expansão. Para além das 1.741 escolas e 1 milhão e 300 mil alunos beneficiados em Minas Gerais, o projeto atende hoje 378 escolas e 208 mil alunos em Mato Grosso do Sul; 313 escolas e 370 mil alunos em São Paulo; e 200 escolas e 120 mil alunos no Rio de Janeiro.

· MOZART NEVES RAMOS
Possui Graduação em Engenharia Química pela Universidade Federal de Pernambuco (1977), Doutorado em Química pela Universidade Estadual de Campinas (1982) e Pós-Doutorado em Química pela Politécnica de Milão - Itália (1987-1988). Foi Professor da UFPE de 1977 a 2013. Foi Pró-Reitor Acadêmico da UFPE (1992-1995) e presidiu o Fórum Nacional de Pró-Reitores de Graduação das Universidades Brasileiras (1993). Foi Reitor da Universidade Federal de Pernambuco em 1996-1999 e 2000-2003 e presidiu a Andifes (2002/2003). Foi Secretário de Educação de Pernambuco (2003-2006) e presidiu o Consed (2006). Foi Presidente Executivo do Todos Pela Educação (2007-2010) e membro do Conselho Nacional de Educação (2005-2014). É autor dos livros Educação brasileira: uma agenda inadiável (2015) e Educação Sustentável (2006) e coautor do livro A Urgência da Educação (2011). Em 2008, foi eleito pela Revista Época como uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil. Foi agraciado com as seguintes comendas: Personalidade das Artes, Ciências e Letras da França em 2006, Educador Internacional
do Ano - IBC Cambridge (2005), Cavalheiro da Ordem do Mérito da República Italiana (2002). Atualmente, é Diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna.

· HELENA NEIVA
Vice-Presidente da Fundação Pitágoras, cuja missão é contribuir para a melhoria da educação brasileira mediante a aplicação da metodologia avançada de gestão, chamada SGI (Sistema de Gestão Integrado). A Fundação Pitágoras orienta a implantação do SGI na rede pública de ensino, apoiando tecnicamente suas lideranças e transferindo a metodologia. O resultado mais flagrante dessa implantação é um avanço significativo da aprendizagem dos alunos, principalmente nas suas habilidades de leitura, escrita, cálculo, expressão oral e solução de problemas.