Quarta, 02 Maio 2018 10:54

Pianista Adriano Jordão receberá título de cidadão honorário

A Câmara Legislativa do Distrital concederá título de Cidadão Honorário de Brasília ao pianista português Adriano Jordão. A solenidade de outorga será realizada nesta quinta-feira (3), às 10h, no plenário da Câmara.

Jordão chegou a Brasília nos anos de 1970. A primeira colaboração foi com a Universidade de Brasília (UnB), onde apresentou a Viagem de Inverno, de Franz Schubert com barítono Oliveira Lopes. Teve colaboração do então professor na Universidade Christopher Bochmann. Gostou tanto da cidade que a atuar muitas vezes no Teatro Nacional, ainda com o maestro Cláudio Santoro. Depois, atuou ao lado dos principais maestros de Brasília, Silvio Barbato, Ira Levin e, agora, Claudio Cohen.

Escolheu também atuar com musicistas de câmara ao lado de brasilienses, especificamente com o Quarteto de Brasília ou a recém formada Sociedade de Concertos de Brasília.

Em 2004, Adriano Jordão assumiu as funções de Conselheiro Cultural na Embaixada de Portugal e estabeleceu um forte laço com a capital brasileira, cidade que considerou sempre como sua também. Fez de sua residência em Brasília um verdadeiro Centro de Cultura, desenvolvendo laços entre os principais promotores culturais brasilienses e europeus.

Foi um dos responsáveis pela concretização da ligação área Brasília – Lisboa pela TAP. Iniciada a linha aérea, criou uma verdadeira rede de apoio cultural às tripulações que vinham a Brasília.

Adriano também conseguiu o painel de 30 metros do mais respeitado pintor português, Julio Pomar oferecido aos brasilienses e que se encontra na Praça da Língua Portuguesa, junto à Biblioteca Nacional, na Esplanada dos Ministérios.

O pianista cumpriu sua missão oficial em Brasília de 2004 a 2013. Regressou a Portugal, mas Brasília não saiu de seu coração de suas ações culturais. Em Portugal, continua a estabelecer pontes com a capital do país. É um brasiliense de amigos, de compromissos e de grandes parcerias culturais com a cidade. Plantou uma cultura universal profunda da música e da literatura com a capital e merece o título de Cidadão Honorário de Brasília.