×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 919

Tema
Quinta, 14 Junho 2018 14:33

"Embrapa consegue unir três dimensões: econômica, social e ambiental", diz Joe Valle

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) foi homenageada pela Câmara Legislativa do Distrito Federal, na manhã desta quinta-feira (14) em comemoração aos seus 45 anos. A sessão solene, proposta pelo presidente da Casa, deputado Joe Valle (PDT), ressaltou as contribuições da empresa para a pesquisa agropecuária nacional e o desenvolvimento do agronegócio brasileiro. O comprometimento da Embrapa com a agenda global na busca por soluções sustentáveis para o planeta também foi ressaltado durante o encontro.

Joe Valle lembrou que a empresa brasileira segue alinhada com o plano de ação global que faz parte da Agenda da Organização das Nações Unidas (ONU) para garantir o alcance do desenvolvimento sustentável. "A Embrapa consegue unir as três dimensões: econômica, social e ambiental, com o intuito de melhorar a vida de todos", colocou o presidente. Outros parlamentares estiveram presentes durante a sessão e parabenizaram a empresa pelos níveis de pesquisas e desenvolvimento tecnológico que garantem o equilíbrio natural.  

Alan Bojanic, representante da ONU responsável pela agricultura e alimentação, parabenizou a Embrapa pelos 45 anos de "bastante" trabalho e compromisso com a sociedade global. Segundo Bojanic, além das comemorações é preciso pensar nos desafios que serão enfrentados pela empresa. "Precisamos pensar como vamos alimentar toda a população do mundo sem que tenha prejuízo natural", cobrou o representante da ONU. A maior preocupação da organização é que o processo biológico seja respeitado. "A meta não é produtividade é sustentabilidade", frisou Bojanic.

Segundo o presidente da Embrapa, Celso Moretti, o Brasil tornou-se uma grande potência agrícola em razão dos três principais pilares: a transformação dos solos ácidos e pobres em terras férteis; a adaptação de animais e cultivos às condições tropicais; e o desenvolvimento da plataforma de produção sustentável. Além dos principais eixos de trabalho a empresa está em alinhamento com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). "Nós hoje alimentamos mais de 1 bilhão de pessoas no mundo com tecnologia de ponta e sem grandes danos ambientais", completou Moretti.

Mundo – O representante argentino do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Hernán Chiriboga, parabenizou a empresa e os representantes políticos pela homenagem. Segundo Hernán, a Embrapa tem reconhecimento mundial: "Não estamos falando de uma empresa apenas brasileira, vocês são referência para outros países". O representante do IICA elencou a "tecnologia, inovação e produção" como os principais feitos pela empresa. "O Brasil tem os melhores pesquisadores e desenvolvedores agropecuários que são de bastante importância para os países vizinhos", completou Chiriboga.    

Parcerias – Fernando Ribeiro, representante da CNA Brasil, exaltou a parceria dos produtores rurais no desenvolvimento e uso das tecnologias, sempre acreditando no futuro, renovando a esperança de plantar a cada safra. "A empresa é símbolo de uma revolução silenciosa e sinônimo de superação e avanço", disse. O representante definiu o Brasil como "grande celeiro do mundo". Segundo Ribeiro, o país é líder em produção de grãos e outros provenientes do agronegócio. Em nome dos agricultores e pecuaristas brasileiros, Fernando, declarou o orgulho em trabalharem em parceria com a Embrapa.

Reforço – A presidente da Comissão de Direitos do Agronegócio da OAB, Renata Viana, colocou o grupo à disposição da empresa. De acordo com a advogada, a comissão foi criada para que sejam analisados processos e outros assuntos jurídicos ligados ao agronegócio brasileiro. "A Embrapa é fonte de conhecimento e tecnologia para o mundo. Nossa intenção é unir esforços e colaborar", explicou Renata. Fonte: CLDF

Assista a solenidade >> https://www.youtube.com/watch?v=dA2hdCY9RWM