×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 943

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 42

Tema
Quarta, 16 Maio 2012 11:49

Agrobrasília deverá movimentar cerca de R$ 250 Milhões em negócios

agrobrasilia2Com a expectativa de movimentar R$ 250 milhões, foi aberta nesta terça-feira (15), no Auditório Buriti do Parque Tecnológico Ivaldo Cenci a 5ª edição da Agrobrasília, a maior feira de agronegócio do Cerrado.

Participaram da mesa de abertura, o deputado Joe Valle (PSB), o governador Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, e do vice-governador Tadeu Filippelli, o senador Rodrigo Rolemberg, o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Lúcio Valadão; o presidente da Coopa-DF, Leomar Cenci; o superintendente da Sudeco, Marcelo Dourado, entre outros convidados.

Para o deputado distrital Joe Valle (PSB), representante da Câmara Legislativa durante os quatro dias do evento, a feira mostra a força da agricultura familiar e da empresarial. “Essa é Brasília que o povo não enxerga. Temos uma das maiores produtividades agrícolas e pleno emprego na área rural. Além disso, é importante ressaltar que o avanço do meio rural tem que observar e levar em conta a felicidade dos produtores”, disse o parlamentar.

Durante a solenidade de abertura, Joe Valle também defendeu que a titulação das terras rurais do Distrito Federal precisa sofrer um processo de aceleração, como forma concreta e de curto prazo para estabilizar o setor produtivo de Brasília. Segundo o deputado, há queixas quanto à lentidão do processo, entre aqueles que esperam há mais de 30 anos por uma solução definitiva.

O senador Rodrigo Rollemberg, autor da lei que permite a alienação ou concessão de direito real de uso das áreas públicas rurais do DF diretamente aos seus atuais ocupantes, também defendeu agilidade na regularização.

Agnelo Queiroz garantiu seu empenho na regularização das terras rurais e anunciou que em breve entregará 76 títulos de concessão de uso. O governador também ressaltou a vocação agrícola do Distrito Federal e Entorno. “Brasília não é somente um centro administrativo, é também um centro de agronegócios. A Agrobrasília traz significativos avanços para a economia, produção e troca de experiências na área tecnológica, na medida em que mostra para o produtor tudo o que é inovador na área em um mesmo local”, avaliou o governador Agnelo Queiroz.

O vice-governador Tadeu Felippelli observou a evolução da edição 2012 em relação aos anos anteriores. “Em apenas cinco anos, a feira já está consolidada no calendário oficial do agronegócio”, afirmou.

Para o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Lúcio Taveira Valadão, o evento ressalta o papel do DF como polo de tecnologia, conhecimento e negócio.

Durante a solenidade de abertura, foi lançado o programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC), que pretende aliar produção de alimentos e bioenergia com redução dos gases de efeito estufa.

Agrobrasília – O evento segue até sábado (19) conta com mais de 370 expositores, entre cooperativas, órgãos governamentais e empresas de implementos, insumos, máquinas e pesquisa agrícola. A expectativa é receber 60 mil visitantes.

A Feira é uma realização da Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF), em parceria com o Governo do Distrito Federal, por intermédio da Empresa de Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e da Secretaria de Agricultura e Pecuária do DF (Seagri-DF).

Fotos: Carlos Santos

Veja outras fotos ;
   abertura